2 Timóteo 1: 7 não é sobre COVID-19!

Nos últimos dias, tenho visto muitas pessoas na Internet citarem essa passagem em relação ao surto de COVID-19. A passagem diz:

Pois Deus não nos deu um espírito de medo, mas de poder, amor e mente sã.

Um dos usos populares e grotescos deste versículo tem sido atacar líderes que cancelaram serviços e funções para ajudar a impedir a propagação do vírus. Este é apenas outro exemplo de estudo bíblico preguiçoso e incompleto, e é irritante.

A segunda carta a Timóteo foi escrita pelo apóstolo Paulo como um incentivo em tempos difíceis. Paulo foi preso (e bem perto de sua morte.) Timóteo era um jovem obreiro da igreja em Éfeso, um lugar onde a igreja estava em conflito (falsos ensinamentos e separações). Paulo declara em sua carta que deseja estar com Timóteo (v. 3) e lembra-o de sua fé (de Timóteo), bem como de sua mãe e avó (que potencialmente faleceram neste ponto, mas certamente quem Timóteo não vê há algum tempo.)

Então, este jovem está sozinho; Paulo não pode chegar até ele. Ele está no meio dos conflitos da igreja e Paulo escreve uma carta de encorajamento para lembrá-lo de sua fé genuína e não ter vergonha do Evangelho. É neste contexto que recebemos a v.7. Não opere por medo, mas com amor e uma mente sã (autocontrole em algumas traduções). As instruções de Paulo estão direcionando Timóteo sobre como lidar com os outros membros da igreja e com aqueles que renunciaram aos ensinamentos de Paulo. Não tem aplicação relativa ao cancelamento de serviços devido às preocupações atuais com a saúde. Além disso, não tem aplicação para desastres naturais ou qualquer outro distúrbio generalizado que possamos encontrar como sociedade. É um chamado para agir por amor e solidez, apesar do que possa estar acontecendo. Eu acho que cancelar um serviço esta semana é exatamente isso. Preocupação com o bem-estar dos outros e vontade de olhar além de nossas próprias vidas para ver o bem maior.

Paz e graça para todos.

Se você está doente, rezo por bem-estar.